sexta-feira, 24 de abril de 2015

Brasil, pátria que educa!


Na busca por índices, o Governo atropela o processo de educação.
 
Hoje, são dezenas de "universidades" que receberam autorização de ministrar cursos à distância no interior do Brasil, essas instituições são emissoras de diploma, trocam a mensalidade pelo documento que ratifica pessoas semianalfabetas nos ofícios de pedagogos, administradores, professores de educação física, etc... Com dois dias de aula por disciplina, cada uma em um mês os alunos iludem-se e à população de que serão algo como profissionais.
Abaixo tem um texto de uma aluna do 4º semestre de Pedagogia que tentou relatar o pensamento de Foucault, o texto é transcrito com todas as suas idiossincrasias:

"O poder e o saber não é uma coisa que já está certa, para cada pessoa dependem de várias condições do sujeito, do costume de cada ambiente em que vive não é algo que podemos comprar é algo construído de se próprio, dependendo de vários hábitos aos quais pertencemos; o poder e o saber depende de cada individuo, a definição do poder depende de sua condição de lei a vontade de querer ser alguém dona de seus direitos, desejo do que se pretende realizar. Por isso não se pode comprar, tem que ser construída, por que o saber é aquilo que buscamos para termos uma pessoa capaz de assumir suas linhas de atuação e a razão do seu sucesso, o poder é funcional e não pode ser repressor, pois demonstra uma reação contrária ao poder, porque as relações de poder elas não são dadas e sim conquistadas por cada indivíduo. 

O poder e o saber são necessário para fica os limites duros dos costumes e nos fazer prisioneiros cada vez mais dentro deles, vale ressaltar que nada é eterno, que nem sempre o que repetimos várias vezes é a verdade; para Foucault a ciências da formação das ideias não há uma verdade absoluta, há uma vontade de verdade, que é construída num conjunto de relações em que vivemos, as práticas e costumes que definimos, numa sociedade e como somos valorizados dentro daquela sociedade em que estamos inseridas, dela depende nosso poder e saber das ações que praticamos como somos valorizados e como somos atributos naquele meio.

Segundo Foucault, percebeu que assim como o saber e o poder são regimes construídos, o sujeito também o é. Mas é nesse ponto que ele percebe a saída do costume nas linhas do sujeito, o sujeito é construído e por isso pode se renovar. Devemos encontra por se própria o projeto, as ações e o objetivo que pretendemos alcançar.

Devemos respeita os costumes e condições do sujeito poder e saber não ficou para todos, apenas para quem sabe construir, não há poderes e saberes iguais, apenas diferentes."

terça-feira, 14 de abril de 2015

Nem tudo está perdido na Réde Globu!

Puxando para baixo o humor e a paciência do telespectador acima da média, que por acidente, tenha que assistir esses programas: a chatidez do Faustão, a burrice da Ana Maria Braga, a falta de noção DAS repórteres do Hora Um e do Bom dia Brasil (O Chico e a MaJu são Top de Linha!), o Vídeo Show e A TV na TV podem indicar um movimento em oposição a péssima programação do maior canal de TV aberta do Brasil.

Sem falar da notoriedade de Adnet e companhia (pois passa muito tarde o seu programa); Otaviano Costa e Mônica Iozzi são a dupla dinâmica que faz ter vontade de deixar outras coisas para assisti-los.

Presença de espírito, bom humor, excelente conhecimento geral, trazem (pasmem para a Globo), diariamente e ao vivo, uma boa pedida de entretenimento.

O potencial do Otaviano estava sendo subutilizado e felizmente a Réde Globu não deixou a Mônica na geladeira, eles representam uma nova geração de apresentadores, inteligentes e certamente feitos para aquilo, não aquele tipo que foi jogado num lugar por falta de opção ou por influências. A única coisa que pesa no VS é colocar a falácia do Falabela...

Vida longa à Dupla Fatástica do Video Show e o desejo de que pudessem ser clonados para aqueles programas que agente não aguenta mais!

sábado, 11 de abril de 2015

Álcool + Imbecilidade




quinta-feira, 9 de abril de 2015

Coma melhor!


Download livro




Evite os alimentos processados pela indústria, dê preferências aos alimentos regionais. O Ministério da Saúde toma uma iniciativa digna de aplauso, publica um livro que indica as melhores opções de alimento para cada região.



Download