sexta-feira, 31 de maio de 2013

+Than1000words










quinta-feira, 30 de maio de 2013




Menino que treme
E manto que aquece
Não se arrepende
E nem esquece.
Diz Fernando Pessoa:
“Para ser grande, sê inteiro
Nada teu exagera ou exclui”.
Para ser sua, vou sendo inteira
Se exagero, é para não esquecer
Que quero aquecer
O menino que dorme
Em meus braços a tremer.
Sinto como seu corpo responde ao toque.
Como seus olhos passeiam e fogem.
Não excluo nada, nem vontades, nem desejos.
Vou sendo o que me vem à cabeça
E nem sei o que estou sendo para você
Mas vou seguindo o caminho do rio
O trilho do trem, a trilha da mata
Os pedregulhos da estrada.
Fagulhas do que sente
Faíscam em mim.
E eu sou assim,
Um dia quente, um dia frio
Um dia dormente, um dia arrepio.
Mas sou sempre presente
Na voz e na mente.
Sempre pergunto
E você, silente
Quem cala, consente...
Caliente, fervente.
Adoro responder ordens
Adoro provocar desordens
Adoro ser escrava
Ser trava.
Adoro ser cabana
Ser manta.
Adoro ser travesseiro
Ver no espelho
Meu cavaleiro
Nu, em pelo.
Adoro ser dona
Adoro ser amazona.
Meu bombom preferido
Vem de novo e faz abrigo
Comigo.

Patrícia

quarta-feira, 29 de maio de 2013

Pessoa de Interesse



Person of Interest é uma série de televisão norte-americana, criada por Jonathan Nolan e produzida por J. J. Abrams, transmitida originalmente nos Estados Unidos pela CBS, desde 22 de setembro de 2011. No Brasil é transmitida pelo canal por assinatura Warner Channel.


John Reese (interpretado por Jim Caviezel) é um ex-boina verde e agente da CIA. Harold Finch (Michael Emerson - o Ben Linus de Lost) é um multimilionário, um gênio da informática solitário que vive sob uma falsa identidade. Depois do 9/11, é solicitado pelo governo para construir uma máquina capaz de prever futuros ataques terroristas.


Finch descobre que o sitema projetado, torna-se uma máquina capaz de prever também delitos que irão acontecer com pessoas comuns. Mas as Forças de Segurança não estão interessadas nesses crimes, nem em prevenir estas pessoas. 

Finch sentindo-se culpado por não fazer nada decide encontrar uma maneira de deter os crimes antes que eles aconteçam. Reese é contratado para vigiar e intervir quando for necessário nesses crimes, usando suas habilidades militares.

Em muitos episódios vemos coisas que seriam possíveis de acontecer, além do próprio enredo e da loucura dos americanos quanto aos atentados. Em especial no episódio 18 da primeira temporada uma cena fala sobre o uso de informações pelo Governo, através das redes sociais.

Vale a olhada e a reflexão:







terça-feira, 28 de maio de 2013

Casa de Reza


Na casa de reza em voo no meio da madrugada
Minha sombra reste alada esquecida de quem sou
Uma voz a carregou como quem pega criança
No chão meu corpo descansa e ela gozando do meu sono
Sem mando, sem lei, sem dono
Levita, flutua e dança

Nem sente que o tempo avança
Tempo não lhe ameaça
Em meio a espessa fumaça
No Espaço ainda se lança
Sem perder a confiança
Voa nas asas de um grito
E um leve clarão bonito
De algumas velas acesas
Lhe presenteia certezas
De lembraças do infinito
Nem escutou o apito
Dos entes da noite escura
Nem quis saber que a figura
Daquele corpo esquisito
Nas correntezas do mito
Se abandonara e dormia
Pois enquanto o rio corria
O canoeiro bailava
E nos ares nem lembrava
Onde seu barco perdia
Nessa hora o chão tremia
Estrelas se combinavam
E soberanas mandavam
O sol trazer outro dia
Porém não amanhecia
E o tempo estava suspenso
Na força de um grito tenso
O dono da voz soltava
E o mundo nas mãos girava
Como quem balança um lenço

E o ser deitado no barro
Do chão batido da tenda
Era como uma oferenda
Em meio ao sagrado escarro
Entre poeira e pissarro
Permaneceu ressonando
Mulheres, moças cantando
Como a voz da terra fria
E a amanhecência do dia
Vê-lo o seu sono esperando

Vozes se multiplicando
De meninas e meninos
Múltiplos rumos destinos
No ar se transfigurando
Pequenas mãos se tocando
Em saudações ancestrais
Cortejos de carnavais
A sombra, irmã recordava
E o corpo inerte aguardava
O dia dar seus sinais
E a terra abriu seus canais
Num misto de abraço e beijo
Pra saciar um desejo
De proporções divinais
Em ritos nupciais
Com seu saudoso colono
E o dia esperava o sono
E o sono esperava o dia
E a noite eterna jazia
Em seu sagrado abandono

Quem é aquele que dorme
E que logo acordaria
Trazendo a feição sadia
Da sua sombra desforme
Honrando um passado enorme
Voltou pra rever os seus
É um dos meus outros 'eus'
Quem ali em dois se desmembra
E o corpo dorme, não lembra
Se quer o nome de Deus


Siba e Roberto Corrêa


Download

segunda-feira, 27 de maio de 2013

Sete anos no Tibet


  1. Esse filme foi baseado no livro autobiográfico de Heinrich um alpinista autríaco, de personalidade egocêntrica que visava somente a glória pessoal, viajou para o outro lado do mundo deixando sua mulher grávida e um casamento em crise, para escalar uma montanha, a nona mais alta do mundo.

    No período da guerra foi considerado inimigo no território em que estava, foi feito prisioneiro, mas fugiu após várias tentativas.

    Na fuga, chega na sagrada cidade de Lhasa, Tibet. Lá a vida de Heinrich mudaria radicalmente, pois o tempo em que passou na convivência com os monges... é o que trata esse filme esclarecedor.

    A ripagem do DVD está em excelente qualidade e a legenda está embutida. O tamanho é um pouco maior que 1Gb, dividido em seis partes, no Mediafire.com, em alguns momento esse servidor permite downloads simultâneos.

    Bom divertimento



domingo, 26 de maio de 2013

Trilha sonora - Game of Thrones


A série de TV intitulada Game of Thrones é baseada nas Crônicas de Gelo e Fogo (no original em inglês A Song of Ice and Fire) é uma série de livros escritos pelo romancista e roteirista norte-americano George R. R. Martin e publicada pela editora Bantam Spectra.

Martin começou a desenvolvê-la em 1991 e o primeiro volume foi lançado em 1996. A crônica de uma guerra civil dinástica entre várias famílias concorrentes pelo controle dos Sete Reinos; a ameaça crescente das criaturas sobrenaturais conhecidas como os Outros, que habitam além de uma imensa muralha de gelo ao Norte; e a ambição de Daenerys Targaryen, a filha exilada de um rei assassinado em uma outra guerra civil treze anos antes, prestes a voltar à sua terra e reivindicar seu trono de direito.

A série de livros foi traduzida para vinte idiomas. A televisiva aparece entre as melhores dos ultimos tempos. Na minha opinião a terceira temporada está melhor que as anteriores, nessa as atuações são dignas de filmes vencedores.

O personagem que mais tem destaque é o Tyrion, um exemplo de perseverança e coragem, humor e acima de tudo perspicácia. Não lembro-me de um "anão" receber tanta mensão em outra obra, o ator é realmente "felomenal".

A trilha sonora:


Trilha Sonora por: Ramin Djawadi
Faixas
01. Main Title
02. North Of The Wall
03. Goodbye Brother
04. The Kingsroad
05. The King's Arrival
06. Love In The Eyes
07. A Raven From King's Landing
08. The Wall
09. Things I Do For Love
10. A Golden Crown
11. Winter Is Coming
12. A Bird Without Feathers
13. Await The King's Justice
14. You'll Be Queen One Day
15. The Assassin's Dagger
16. To Vaes Dothrak
17. Jon's Honor
18. Black Of Hair
19. You Win Or You Die
20. Small Pack Of Wolves
21. Game Of Thrones
22. Kill Them All
23. The Pointy End
24. Victory Does Not Make Us Conquerors
25. When The Sun Rises In The West
26. King Of The North
27. The Night's Watch
28. Fire And Blood
29. Finale

terça-feira, 21 de maio de 2013

A Mais Pura Verdade

A mídia quer crucificar Joaquim Barbosa, um dos mais corajosos brasileiros do úlitmos tempos, o mais verdadeiro e correto jurista e Presidente do STF, por ter falado a verdade. Ora! Porque é presidente do STF não pode falar sobre a realidade, apenas por não poder comprometer "o equilíbrio entre os poderes"? - Me economize!



O que ele disse:

 “Nós temos partidos de mentirinha. Nós não nos identificamos com os partidos que nos representam no Congresso, a não ser em casos excepcionais. Eu diria que o grosso dos brasileiros não vê consistência ideológica e programática em nenhum dos partidos. E nem pouco seus partidos e os seus líderes partidários têm interesse em ter consistência programática ou ideológica. Querem o poder pelo poder”,

“em grande parte por representantes pelos quais não nos sentimos representados”.

“O problema crucial brasileiro, a debilidade mais grave do Congresso, é que ele é inteiramente dominado pelo Poder Executivo. Há um domínio institucional do Executivo sobre o Congresso Nacional. O Congresso não foi criado para única e exclusivamente deliberar sobre o poder executivo. Cabe a ele a iniciativa da lei. Temos um órgão de representação que não exerce em sua plenitude o poder que a Constituição lhe atribui, que é o poder de legislar”

 “ineficiência e incapacidade de deliberar”. “Poder que não é exercido é poder que é tomado, exercido por outrem, e em grande parte no Brasil esse poder é exercido pelo Executivo”

 “Passados dois anos da eleição ninguém sabe mais em quem votou. Isso vem do sistema proporcional. A solução seria a adoção do voto distrital para a Câmara dos Deputados. Teríamos que dividir o país em 513 distritos”

“Tenho certeza que a representação nacional ganharia e muito com a representação dessas pessoas em qualidade. Teríamos 70 ou 80 deputados realmente voltados para o interesse das pessoas. Hoje temos um Congresso dividido em interesses setorizados. Há uma bancada evangélica, uma do setor agrário, outra dos bancos. Mas as pessoas não sabem isso, porque essa representatividade não é clara”

“O Congresso é inteiramente dominado pelo Poder Executivo. As lideranças [governistas] fazem com que a deliberação prioritária seja sobre matérias de interesse do Executivo. Poucas leis são de iniciativa dos próprios parlamentares”

“A maneira como o Poder Judiciário exerce o controle recíproco é através da jurisdição constitucional. Se o Congresso aprova norma abusiva, o Supremo declara sua inconstitucionalidade”

Tudo verdade!!!!
Exatamente o que percebe quem tem tempo para isso e ainda, vontade de refletir!
Acho que o cargo eletivo deveria sim continuar existindo, mas para candidatar-se  o indivíduo deveria prestar prova de conhecimento e antecedentes  criminais.
Mas isso nunca vai acontecer. Como diria Boris - Isso é uma vergonha!
Licença que agora vou pingar meu colírio alucinógeno...



segunda-feira, 20 de maio de 2013

A Contemplar o Dedão do Pé

"...na rede a contemplar o dedão do pé..."
Está mesmo muito ocupada!

"Poesia é aquilo que me faz rir, chorar ou uivar,
 aquilo que me arrepia as unhas do dedo do pé
o que me leva a desejar fazer isso, ou aquilo, ou nada."

Dylan Thomas

sábado, 18 de maio de 2013

Velhinho que ainda dá no couro

(Mas é couro..., couro?) srsrs

Se você tem um laptop velhinho, ou um PC pré-histórico que você usa como apoio de pé, e quer ressuscitá-los, seus problemas acabaram!!! 

Com o Pacote Recuperator Tabajara

Abaixo tem uma lista com versões levinhas de sistemas operacionais que o teu velhinho vai dar conta. 

Todos os arquivos são imagens (ISO) dos CDs de instalação. 

DOS 6 - O primeiro sistema criado por Bill Gates. 
Windows 3.11 - A versão do Ruindows que rendeu o primeiro bilhão pra Microsoft. 
XP Lite - Uma versão enxutíssima do Windows XP - Apenas 76 Mb 
Mini XP - Outra versão magrinha, um pouco maior - 126Mb 
XP Small - Com um pouco mais de peso, mas roda com 75Mb de RAM apenas.



sexta-feira, 17 de maio de 2013

+Q1000palavras


 Solidariedade
 Companheirismo
 Cuidar
 Despedida
 Encantamento
 Hiperação
 Inspeção
Piuihtatata
Dispersão
 Relatividade
Romantismo



quinta-feira, 16 de maio de 2013

Se Eu Tivesse Um Coração

Para os fãs de Vikings - Tema de abertura


Download do vídeo
para visualizar o vídeo e ouvir a música, assim como
para baixar é preciso estar logado no 4shared.com


Isso nunca acabará, porque eu quero mais 
This will never end, 'cause I want more
Mais, dê-me mais, dê-me mais
More, give me more, give me more
Se eu tivesse um coração, eu poderia amar você
If I had a heart, I could love you
Se eu tivesse uma voz, eu cantaria
If I had a voice, I would sing
Depois da noite, quando eu acordar  
After the night, when I wake up  
Eu verei o que o amanhã me traz
I'll see what tomorrow brings  

Se eu tivesse uma voz, eu cantaria
If I had a voice, I would sing  
Pés balançando na beirada da janela  
Dangling feet from window frame  
Vão eles um dia, um dia alcançar o chão?
Will they ever, ever reach the floor  
Mais, dê-me mais, dê-me mais
More, give me more, give me more  
Esmagado e cheio de tudo que eu encontrei  
Crushed and filled with all I found  
Por baixo e por dentro apenas para vir pra fora  
Underneath and inside just to come around  
Mais, dê-me mais, dê-me mais
More, give me more, give me more

Download da música



quarta-feira, 15 de maio de 2013

"Não é problema meu!"


Será que não?



Imagine-se na pele desse cara... verá que você ainda tem problemas, mas não são tão grandes. 

A Síndrome de Tourette é mais comum do que se imagina, estudos falam que 1% da população mundial tem uma forma moderada da síndrome! 

O problema caracteriza-se por uma desordem neurológica ou neuroquímica, como tiques, reações rápidas, movimentos repentinos (espasmos) ou vocalizações que ocorre repetidamente da mesma maneira com considerável frequência. Esses tiques motores e vocais mudam constantemente de intensidade e não existem duas pessoas no mundo que apresentem os mesmos sintomas. 

A maioria das pessoas afetadas é do sexo masculino. A doença foi descrita pela primeira vez em 1825, pelo médico francês Jean Itard. Mais tarde, em 1885, Gilles de la Tourette publicou um relato de nove casos da doença, que denominou maladie des tics convulsifs avec coprolalie ("doença dos tiques convulsivos com coprolalia"). Posteriormente a doença foi renomeada "doença de Gilles de la Tourette", por Charcot, o influente diretor da Salpêtrière.


terça-feira, 14 de maio de 2013

Os Atlantes eram nossos vizinhos



Com informações da Agência Brasil - 07/05/2013

Uma expedição do Serviço Geológico do Brasil (CPRM) com a cooperação da Agência Japonesa de Ciência e Tecnologia da Terra e do Mar (Jamstec) pode ter encontrado no fundo do mar uma região que era um continente.

Com o movimento das placas tectônicas, regiões que foram continentes vão acabar no fundo do mar, e vice-versa - é por isso que fósseis de conchas e animais marinhos são encontrados em várias regiões continentais de todo o mundo, muitas vezes em regiões elevadas.

A expedição está sendo realizada na região da Elevação do Alto Rio Grande, no fundo do Oceano Atlântico, localizada a cerca de 1,5 mil quilômetros da costa Sudeste do Brasil.

Por meio de dragagem, pesquisadores brasileiros já tinham encontrado granito na região.
As novas conclusões foram obtidas a partir do apoio do submergível japonês Shinkai 6500, capaz de chegar a 6,5 mil metros de profundidade. A missão nipo-brasileira está sendo realizada a bordo do navio Yokosuka.

Atlântida tupiniquim

"O fato de haver um continente naquela região, nos abre outras possibilidades. Até que ponto foi uma extensão de São Paulo que se desgarrou e ficou para trás? Isso nos leva a pensar no que fazer para a região. Não só conhecer, mas requerer essa área", disse Roberto Ventura, diretor de Geologia e Recursos Minerais da CPRM.

Ventura conta que o Alto Rio Grande tem sido chamado de Atlântida no órgão, em referência ao mitológico continente que teria afundado no oceano.

A hipótese mais provável é que uma parte da plataforma continental brasileira desprendeu-se e afundou com o movimento das placas tectônicas, conforme a América do Sul se separa da África.

O tamanho do continente perdido ainda não foi definido com clareza, mas os técnicos brasileiros estimam que seja comparável ao estado de São Paulo.

A longo prazo, segundo Ventura, a região pode se tornar um ponto de mineração submarina, com a perspectiva de extração de ferro, manganês e cobalto. Já se sabe também da existência de várias.

A expedição Iatá-Piuna - navegando em águas profundas e escuras, em tupi-guarani - teve início em 13 de abril, na Cidade do Cabo, na África do Sul e percorreu, no primeiro trecho, a Elevação do Rio Grande e a Cordilheira de São Paulo. No segundo trecho, será explorado o Platô de São Paulo.

Seis pesquisadores brasileiros acompanham o navio que, depois de pesquisar o Atlântico Sul, seguirá para o Mar do Caribe.

segunda-feira, 13 de maio de 2013

Flanelinha

http://4.bp.blogspot.com/-QzrpMxawyfM/TeQasrvfC1I/AAAAAAAAJfc/O6rtQy3FZo4/s400/FLANELINHA.jpg




Ontem, mais uma pessoa foi morta por um flanelinha, um rapaz reclamou do preço alto cobrado e foi esfaqueado. Isso aconteceu no Rio de Janeiro, mas todas as capitais brasileiras sofrem com essa praga. Esses marginais disfarçados de guardadores de carro, arrebatam o dinheiro do cidadão que já recebe tanta imposição por taxas, do Governo, aliás impostos que deveriam cobrir a segurança nossa e de nossos bens assim como coibir esse tipo de ação nas ruas de nossas cidades, extorsão, furtos e danos aos carros além de ameaças aos cidadãos por parte dos "donos da rua", já é manchete recorrente de jornal. A puliça não faz nada, o Estado está esperando o quê? Que se estabeleça um sindicato? 

sexta-feira, 10 de maio de 2013

Olha o tamanho do rombo!


A exemplo dos neoliberais, que compram grandes grupos empresariais, dividem as empresas menores e vendem em fatias, como um bolo de feira, a presidentE Dilma tá querendo desmontar o Estado e entregar parcelas estratégicas nas mãos dos interesses "privados".

O  governo aceita as agendas sugeridas pelos empresários, privatização com  a desculpa de retomar o crescimento... certamente o crescimento da conta bancária dos negociantes.

Gostaria que alguém apontasse qual a empresa brasileira que foi privatizada que trouxe benefínicios reais para o povo. O bom exemplo é a Celpe em Pernambuco, depois de privatizada, aumentou em mais de 500% a conta de energia, o serviço é ruim e o atendimento é péssimo. Depois de um tempo o Tribunal de Contas descobre que cobrou-se durante muito tempo indevidamente, o governo camufla o reajuste em desconto e o povo não recebe o dinheiro de volta.
 
Faz-se pura e simplesmente uma transferência do patrimônio público para o capital privado, hoje mais sutilmente e sem muito alarde da imprensa. E o neoliberalismo domina. Certamente como previsto.
 
Vemos na presidentE um comportamento muito parecido com o de FHC... o cara sumiu, muito mais rico... ele começou a privatizar e Dilma vai sumir também. Falta pouco para pagarmos por absolutamente tudo. Imposição do Estado é a saída por mais dinheiro. No mundo, somos nós que pagamos mais impostos.

Depois de vendidas integralmente as empresas estatais de siderurgia, de petroquímica, de mineração, os bancos estaduais, as empresas de eletricidade e de saneamento, as empresas de transporte urbano e ferroviário, entre tantos outros processos polêmicos, agora tem os portos. Dilma falando em entregar mais um setor estratégico, para a economia e defesa, na mão de outros Estados... sim, ou você acha que por trás das empresas que compram não existem governos?
 
Cada dia eu fico mais crente nos conspiracionistas: manipulando Dilma existem "forças", ela é o marionete. É certo que se fosse mesmo presidente, seria ao menos patriota, e se fosse patriota, pensaria verdadeiramente no bem da nação. E não é entregando parcelas importantes do controle da nação que a vida melhorará. Vivemos 500 anos sem esse tal de crescimento. Por que não desenvolvimento? O que vejo é desemprego, importação de mão de obra, alta taxa pelo seviço público e desrespeito. Em Recife, são mais de 250 mil desempregados, se pensar na população e retirar os naturalmente não-ativos...
 
Conceder o domínio do serviço público à iniciativa privada só tornará o povo mais oprimido e o deixará a mercê de monstros que visam o lucro acima de tudo. Novas taxas nos aeroportos, novas normas... como se já não bastasse tanto controle sobre a população.
Mas existem as agências reguladoras, certo? Exitem, mas as "Anas" são enterro de anão: existe mas ninguém vê. Quem viver verá ao longo dos 35 anos dos contratos de concessão, a porca torcer o rabo.

Nas áreas da educação e da saúde, a estratégia do sucateamento do setor público também avança a olhos vistos. O ensino universitário privado continuou recebendo os recursos públicos por intermédio do Prouni - ou seja, as mesmas verbas orçamentárias negadas à rede de universidades públicas federais, mas que o Estado repassa aos caixas dos conglomerados do “unibusiness”. Um verdadeiro jogo de “me engana que eu gosto”, onde o lucro de instituições que oferecem péssimo serviço de ensino universitário é assegurado pelas bolsas de estudo oferecidas a estudantes de baixa renda, que vão sair dos estabelecimentos com a ilusão de um diploma debaixo do braço. A exemplo do fenômeno ocorrido com o ensino fundamental, a criação de um sub-setor privado, apoiado politicamente pelas chamadas classes médias, pode significar a redução do espaço para o ensino universitário público e de qualidade.

Na área da saúde, a continuidade do processo de estrangulamento do Sistema Único de Saúde (SUS) é garantida pela restrição das verbas orçamentárias e pela redução paulatina da capacidade do sistema em oferecer um atendimento de qualidade à maioria da população. Pouco a pouco, consolida-se a alternativa de privatização do sistema de saúde, por meio da generalização da prática das “organizações sociais” (OSs) nos municípios e nos estados.




E não fazemos nada, nessa idiocracia crescente, estamos muito preocupados com os reality shows e com o ganho do pão, para pensar e agir. Estamos lascados!

 

quinta-feira, 9 de maio de 2013

Mais que mil palavras

Melhor ligado!

 
Sei não, visse?

Caminho errado

Confiança

Passagem dimensional

Perseverança

Nem tudo que reluz é ouro

Minha vizinha

quarta-feira, 8 de maio de 2013

Sem Chance



















há um lugar no coração que nunca será preenchido
um espaço e mesmo nos melhores momentos
e nos melhores tempos
nós saberemos
nós saberemos mais que nunca
há um lugar no coração que nunca será preenchido
e nós iremos esperar e esperar
nesse lugar.

Charles Bukowski




terça-feira, 7 de maio de 2013

Um lugar quase seguro - Pilar Katskhi



O Pilar Katskhi está na Georgia, perto da cidade industrial de Chiatura, uma igreja está localizada no topo dessa formação rochosa com 39 metros de altura. Lugar incomum para qualquer construção. Foi construída entre os séculos VI e VIII e tem raízes pagãs, certamente com o objetivo também de observação estratégica. É considerada um símbolo de abundância de vida.
 

Hoje, a construção está com uma ordem do cristianismo ortodoxo. Apesar de sua idade, os ventos ou outras intempáries não ameaçam a estabilidade do pilar ou as paredes da igreja.  Um lugar quase seguro, longe do admirável mundo novo.
 

No entanto a escada enferrujada é o acesso usual, chamam-na de "escada para o céu" não se sabe se por causa da ascensão natural ou do risco de despencar com ela....



Mas esse ainda não é o "meu lugar perfeito".