terça-feira, 30 de abril de 2013

Montanha

Estou no mesmo lugar.
Como uma montanha.
Faço sombra, recebo chuva,
aceito a neve, aqueço.
Anoiteço, amanheço.
No descuido, adormeço.
Abrigo os pássaros,
os peixes, os rios
O mar bravio.
Aceito os navios
As paragens, aragens
As ventanias
Aceito manias.
As plantas,
os frutos, as flores
Reflito cores
Acalmo dores.
Espero os amores.
Numa calma incomum
Não tenho receio algum
De ser sua clareira
Na sua hora primeira.
Estou no mesmo lugar.
Como uma montanha.

(Patrícia B. Melo)

Não sei qual o título, coloquei o óbvio e
menos possível por ser assim, mas
justamente para não interferir mais. 
Não sei nem se podia publicar, 
mas tomei a liberdade mesmo assim. 
Linda, plena e simples maneira  
de falar a verdade do sentido.
Obrigado.

segunda-feira, 29 de abril de 2013

Copilação muito louca

Não dá pra parar de assistir.
Uma copilação de vídeos virais.
Enjoy.

domingo, 28 de abril de 2013

Snegami



Eus
Amor
Comédia
Tecnologia
Curtição
Uma viagem
Sonho de Consumo

domingo, 21 de abril de 2013

Defiance - Um ato de Liberdade

Título Original: Defiance
Título Traduzido: Resistência
Gênero: Drama
Duração: 101 Minutos
Ano de Lançamento: 2009
Tamanho: 800 MB
Audio: Inglês/Alemão/Russo
Formato: AVI / Qualidade: 10


É um filme épico sobre resistência, família, honra, vingança e salvação, passa-se durante a II Guerra Mundial, quando a Alemanha invade a Bielo-Russia em 1941 e os judeus são reclusos em guetos e depois massacrados aos milhares. 

Para escapar da morte certa, três irmãos se refugiam numa floresta que conhecem bem desde a infância. Formam uma resistência e então tem início a desesperada luta contra os nazistas.

Diversas pessoas passam a procurá-los, em busca de refúgio. Daniel Craig (Tuvia Bielski), Liev Schreiber (Zus Bielski) e Jamie Bell (Asael Bielski) são os irmãos que transformam instintos primitivos de sobrevivência em algo muito mais extraordinário. O filme é baseado numa história pouco conhecida, e mostra um lado diferente do que é transcrito sobre os judeus durante a guerra, a resistência.

O gênero é drama, no entanto não falta cena de ação. A fotografia é belíssima e a atuação prende o espectador.

Download

sábado, 20 de abril de 2013

A Intransigência do Google e o Reader - updated


Devo declarar minha alta necessidade dos serviços do Google. Quem não usa? O Gmail, o Reader, o Blogger e o Youtube, entre tantos outros. O que me incomoda são as arbitrariedades que o Google vem tomando como regra. Muda layouts, sistemas, obriga-nos a aderir à uma rede social digital, etc. 

O Google é rico as nossas custas. Isso mesmo, como você acha que o Google ganha dinheiro? Será que ele é bonzinho e dá todos esses serviços gratuitamente sem ter nada em troca? Ele usa as informações que damos a eles ao utilizarmos os serviços. O Google sabe de tudo sobre nós... que permitimos que ele saiba... o suficiente para ter um perfil muito abrangente apenas com as informações do e-mail. 

Ele é Onisciente, Onipresente e em breve será Onipotente. Ele é quase um deus, e arbitrário como os deuses são. Agora vai fechar o Reader, o agregador de feeds mais usado. Simplesmente. Há pouco tempo, o Google anunciou o fim do Google Reader, que está programado para 1º de julho. O fato causou bastante repercussão e descontentamento na internet, ganhando até mesmo petições e protestos.

Mas, se as assinaturas contra o fechamento do serviço não forem suficientes, você pode substitui-lo por outros programas agregadores a serem instalados, fazer o backup para transferir os feeds. Para fazer o backup, você precisa acessar o Google Takeout. Ele pode promover o download também de outros documentos da sua conta no Google.

Se resolver baixar um agregador, eu testei o FeedReader, é simples e gratuito, leve e você pode configurar para ficar quase igual ao Reader do Google, não precisa instalar é só executar direto da pasta, e importar as informações que você baixa do Google Takeout, e também o FeedDemon. é mais complexo e não precisa baixas os dados do Google Takeout, ele conecta ao Google Reader e baixa as subscrições, também é gratuito mas tem um add com uns comerciais. Aqui você baixa a versão portátil, não precisa instalar.

Encontrei dois substitutos baseados na web, que são tão bons quanto o reader, senão melhores! O http://www.feedly.com/, você já conecta usando sua conta do Google e o  http://theoldreader.com/, tem a interface do antigo reader do Google, a meu ver supera-o.

Se você é usuário do Reader e quer pedir para que o serviço continue acesse: Change.org, que já está com mais de 130 mil assinaturas, ou no Keep Google Reader, embora com menor quantidade de pedidos, ultrapassou a marca de 40 mil. Não sei se as petições vão surtir efeito, vejamos a confirmação de quanto arbitrário o Google é.


quarta-feira, 10 de abril de 2013

Atlas Shrugged I e II






Os filmes são baseados no romance de Ayn Rand , lançado em 1957 e que inclui elementos de mistério e ficção científica. Lançado no Brasil como Quem É John Galt? em 1987, relançado em 2010 como A Revolta de Atlas. Os filmes retratam uma sociedade burocrática baseada na opressão de funcionários e uma cultura que abraça a mediocridade e o igualitarismo, a meu ver um prenúncio (na época do lançamento do romance) e quem sabe, já um anúncio do provável colápso dessa sociedade, seria bom que a solução no melhor estilo "ficção" fosse verdade.

Comenta-se que o romance de Ayn não é muito original, realmente caracteres, fatos e personagens aparecem em romances de outros autores, publicados até 30 anos antes. Jonh Galt, personagem emblemático do filme, aparece em um romance do criador de Conan (o bárbaro) e até em nome de empresas, uma de software e outra de demolição, nos Estados Unidos.



O interessante é que o filme teria tudo para ser paradão, mas prende a atenção (se você não for alheio ao que acontece no mundo). Conseguimos ver figuras bem comuns nos círculos políticos e psicopatas da direção de grandes empresas, sem mentira: dá para desejar a morte de um ou de outro! Aqui você encontra o filme que é a primeira parte (2011), o segundo (2012), a terceira parte, resta-nos esperar por 2014, torcendo para que fique na trilogia.

"O que você diria ao Atlas, ao ver seu peito sangrando e joelhos a dobrar, cansado de segurar o mundo sobre os obros?"





segunda-feira, 8 de abril de 2013

Resquícios do verde Saara


 Durante a expedição para procurar por fósseis de dinossauros no estado de Níger, na África Ocidental, foram encontrados enterrados mais de uma centenas de esqueletos de duas culturas diferentes - kiffianskoy tenerianskoy cada uma com milhares de anos de idade. Havia também instrumentos de caça, cerâmica e ossos de animais de grande porte e peixes. Esse esqueleto com 6.000 anos de idade, foi encontrado, o que, por motivos desconhecidos foi enterrado com o dedo na boca. Onde acontece a escavação, a temperatura nesta parte do Saara é de 49 graus, bem diferente da temperatura do "green" Sahara de 9000 anos.


Foi encontrado um Zuhomim dinossauro gigante carnívoro. Ele viveu na Terra 110 milhões de anos. No total, a expedição encontrou 20 novas espécies de dinossauros e crocodilos.

Também com seis mil anos, uma mãe e dois filhos foram enterrados, um segurando a mão do outro. Alguém teve o cuidado no sepultamento, foi descoberto um leito de flores embaixo dos corpos. Ainda não se sabe como eles morreram.

Um dos esqueletos mais bem preservados, parece caído no sono no deserto por seis mil anos.

Uma mulher de vinte anos. Repare e sua estatura como é pequena.

Este homem foi enterrado com um pote na cabeça:

Nesta rocha a imagem de uma girafa, datada de 8000 anos, é considerada uma das melhores pinturas rupestres do mundo. A Girafa representada com um tupo de cabresto, o que implica um certo nível de domesticação de animais.

Esta mulher foi enterrada na sepultura, e os ossos do enterro anterior foram deixados de lado. O lugar do cemitério é do tamanho de dois campos de futebol. Até agora 250 esqueletos foram encontrados.

domingo, 7 de abril de 2013

Monstros

Worm



Pulgas no pêlo


Verme marinho


Ácaro água



Carrapato floresta


Girino.



Worm



Mosca



Embrião de peixe


Verme marinho


Lagarta