domingo, 24 de outubro de 2010

Dilma - Uma aula

MALINOWSKI - Argonautas - Introdução, objeto, método e alcance desta investigação

http://1.bp.blogspot.com/_CpD1eGIKeYw/TMTbk14rOjI/AAAAAAAACts/ElFVCx2Jpmk/s1600/imagem.JPG

Download em PDF "buscável"

sábado, 23 de outubro de 2010

O Inferno de Dante


Download

Qualquer semelhança com a sociedade, é mera coincidência.

Odeia o Wuaulct? Como pará-lo.

Eu odeio a atualização do Windows. Não sei... mas acho que fazem mais que simplesmente, melhorar o sistema. Se melhoram tanto, com milhões de atualizações (nos ultimos dez anos que eu tenho o XP, foram muitas mesmo) como ainda apresenta tanto bug? Eles são incompetentes?

Além do mais, consome uma memória monstro, quando atualiza! Reinicia o computador sem permissão, cancela aquele download importante, etc. Sem falar que o ícone chato e o wuauclt.exe por mais que você feche eles voltam! Intransigência. Retiram nosso poder de decisão.

Mas calma! Seus problemas acabaram!!! A Iobit, com o Advanced System Care, traz o Turbo Boost, que fecha a atualização entre outros serviços pouco necessários para o quanto que consomem da memória. Baixe e seja você o dono do teu PC.

http://www.ghacks.net/wp-content/uploads/2009/12/advanced_system_care_pro1-500x320.jpg


Home Page|HotFile|FileServe|FileSonic

Se não der certo procure no registro (regedit) e delete as chaves:

"HKLM\Software\Microsoft\Windows\CurrentVersion\WindowsUpdate\Auto Update" /v LastWaitTimeout /f
"HKLM\Software\Microsoft\Windows\CurrentVersion\WindowsUpdate\Auto Update" /v DetectionStartTime /f
"HKLM\Software\Microsoft\Windows\CurrentVersion\WindowsUpdate\Auto Update" /v NextDetectionTime /f"

também tudo q fizer referencia à "WUAUSERV"

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Inversor de Link

http://www.recipester.org/images/e/ef/Mirror_Effect_completed.jpg


Eu acho esse negócio de inverter link, proteger link, uma coisa muito chata! Se você compartilha da minha opinião, viva! Seus problemas acabaram!!! Baixe esse arquivo do excel que inverte o link para você. Não esqueça de liberar a macro pra funcionar.




Uns mais iguais que os outros

http://www.atribunanews.com/fotos/noticias/68842_0.jpg

Ai de vós fariseus, são semelhantes aos sepulcros caiados, que por fora parecem limpos, mas por dentro estão cheios de ossos e imundícies. Vós fariseus, exteriormente pareceis justos aos homens, mas por dentro estais cheios de hipocrisia e de iniqüidade.

Declaração do General Maynard

"A verdade é o apanágio do pensamento, o ideal da filosofia, a base fundamental da ciência. Absoluta, transcende opiniões e consensos, e não admite incertezas.

A busca do conhecimento verdadeiro é o objetivo do método científico. No memorável “Discurso sobre o Método”, René Descartes, pai do racionalismo francês, alertou sobre as ameaças à isenção dos julgamentos, ao afirmar que “a precipitação e a prevenção são os maiores inimigos da verdade”.

A opinião ideológica é antes de tudo dogmática, por vício de origem. Por isso, as mentes ideológicas tendem naturalmente ao fanatismo. Estudando o assunto, o filósofo Friedrich Nietszche concluiu que “as opiniões são mais perigosas para a verdade do que as mentiras”.

Confiar a fanáticos a busca da verdade é o mesmo que entregar o galinheiro aos cuidados da raposa.

A História da inquisição espanhola espelha o perigo do poder concedido a fanáticos. Quando os sicários de Tomás de Torquemada viram-se livres para investigar a vida alheia, a sanha persecutória conseguiu flagelar trinta mil vítimas por ano no reino da Espanha.

A “Comissão da Verdade” de que trata o Decreto de 13 de janeiro de 2010, certamente, será composta dos mesmos fanáticos que, no passado recente, adotaram o terrorismo, o seqüestro de inocentes e o assalto a bancos, como meio de combate ao regime, para alcançar o poder.

Infensa à isenção necessária ao trato de assunto tão sensível, será uma fonte de desarmonia a revolver e ativar a cinza das paixões que a lei da anistia sepultou.

Portanto, essa excêntrica comissão, incapaz por origem de encontrar a verdade, será, no máximo, uma “Comissão da Calúnia”.

Gen Ex Maynard Marques de Santa Rosa

P.S.

O General foi exonerado por falar a verdade sobre a comissão da "verdade" terrorista - veja



Direitos humanos e o controle das ovelhas sociais





Superbactérias



http://www.medplan.com.br/site/imagens/geral//img_20080404_153950.jpg

A capacidade de criar estruturas que se montem sozinhas no interior das células, fazem os cientístas usando pequenas cadeias de aminoácidos, conseguir manipular as céluas, assim podem criar salvação para os doentes, e também criar os vilões causadores das doenças – bactérias resistentes a antibióticos.

Um dos problemas mais sérios da medicina atual, é a resistência constante das bactérias aos antibióticos. Ouvimos notícias do aparecimento de superbactérias em alguns estados brasileiros. A grande disseminação em vários lugares do globo, chamou a atenção da comunidade médica internacional, em setembro após a propagação do gene NDM-1 (Nova Délhi metalo-beta-lactamase), responsável por deixar bactérias como a KPC e a Escherichia coli resistentes a muitos medicamentos. No Brasil, autoridades de saúde pública se mobilizam para lidar com o problema.

http://2.bp.blogspot.com/_CpD1eGIKeYw/TMBYGYB2iDI/AAAAAAAACtU/-jiBGVpWgH0/s1600/imagem.JPG

Medidas básicas de prevenção

O comunicado enviado pela secretaria de Minas lista as cautelas básicas que os hospitais devem adotar:

- Identificar precocemente o paciente com infecção
- Medidas de isolamento de contato até a alta do paciente
- Quarto privativo quando possível, ou quarto com paciente que apresenta infecção pelo mesmo micro-organismo
- Higienização das mãos
- Uso de luvas e avental
- Limpeza e desinfecção de superfícies, equipamentos e artigos
- Visitas restritas






As bactérias sempre existiram, no passado longínquo quando alguém contraía uma bactéria mortal, não havia como tratar, a pessoa morria e a bactéria junto.

Hoje o homem criou o antibiótico, alguns não tão eficientes, ou os eficientes mal usados, destroem parcialmente uma infecção, um mecanismo natural faz com que as bactérias que resistiram ao remédio, passem aos seus descendentes a informação dessa resistência, assim geração após geração, as bacterias ficam mais fortes, e chegará um dia em que não teremos mais remédios para curar alguma superbactéria que apareça.

Outra hipótese do aparecimento dessas superbactérias recai novamente sobre o controle populacional, os cientistas provêm os governos de métodos para o controle (necessário) do crescimento populacional, um desses métodos certamente seria o bioquímico, através de bactérias ou outra forma de vida, programada.

Ao mesmo tempo em que os laboratórios ou O laboratório ganha rios de dinheiro com os paliativos para A doença! Parece pensamento de louco ou de conspiracionista, mas pense bem, como impedir que os recursos do planeta, o alimento e a água acabem se deixarmos que a população cresça ainda mais? Quem se sente responsável por esse cuidado? O que esse "responsável" poderia fazer para controlar o crescimento populacional já que algumas cuasas que antes contravam esse crescimento, como as guerras, hoje cirúrgicas não matam tanto quanto "é preciso" ?

http://1.bp.blogspot.com/_CpD1eGIKeYw/TMBY55knZdI/AAAAAAAACtc/wfLw5bxnnaI/s1600/rd24-1.jpg

Conheça as principais bactérias que adquiriram resistência a várias classes de antibióticos, inclusive a penicilina. Encontradas em hospitais, nas últimas décadas têm assolado também a comunidade.

StaphylococcuStaphylococcus aureus - presentes na pele e mucosa do nariz, ocasionalmente, causam infecções simples. Quando adquirem resistência ou migram para outras partes do corpo podem causar desde infecções de pele até pneumonia, meningite, abscessos cerebrais e endocardite (mucosa que recobre o coração).

Enterococcus - habita o intestino e a genitália feminina sem causar problemas na maioria das vezes. A espécie de enterococcus E. faecium desenvolveu uma cepa resistente ao antibiótico vancomicina, sendo a segunda maior responsável pelas infecções hospitalares, atrás da MRSA. Pode desencadear infecção grave no trato urinário.

Streptococcus pneumoniae - maior responsável pelas infecções respiratórias na comunidade (como sinusites e pneumonias). Atualmente, crianças até cinco anos podem ser vacinadas (em clínicas particulares) contra sete tipos de infecções provocadas pelo agente.

Prepare-se!

Revista Veja – Edição 2186 13 Outubro 2010




Fragmento:

Dilma Roussef (04/10/2007): Acho que tem de haver a descriminalização do aborto. Acho um absurdo que não haja

Dilma Roussef (29/09/2010): Eu, pessoalmente, sou contra. Não acredito que haja uma mulher que não considere o aborto uma violência.

Download

megaupload |hotfile |fileserve


quarta-feira, 20 de outubro de 2010

O INFERNO DE DANTE É AQUI

https://lh6.googleusercontent.com/-1gkCl1wubbQ/TYte53NfSlI/AAAAAAAAHDw/qSsTGX3SpUI/volcano+1.jpg


O poeta florentino Dante Alighieri nasceu em maio de 1265 e morreu de malária em 13 de setembro de 1321.

A Florença de Dante era uma cidade tomada pelo conflito entre brancos e negros. Os brancos eram da burguesia local, constituida principalmente por banqueiros e comerciantes cuja única preocupação era ganhar dinheiro. Os palacetes dos ricos eram construidos de forma prática, onde a estética dava lugar aos seus objetivos de acumular fortunas. No andar térreo ficavam as lojas para o comércio; no alto, as torres e bastiões para a defesa. Tão logo os chefes de uma facção política eram banidos, os adversários lhes desmantelavam as casas. Era uma cidade em que não havia lugar para gentilezas, onde todos viviam sob a inquietação das ciladas e violências. Os negros eram a classe pobre e com eles se alinhavam os trabalhadores mais humildes e os restos da antiga aristocracia feudal que compartilhavam o ódio pelos prósperos burgueses das lojas, dos bancos e das incipientes indústrias. As casas ficavam amontoadas e comprimidas entre si. As ruas eram estreitas e mal cheirosas com porcos e galinhas remexerndo o lixo, jogado pelos moradores, à procura de comida. A cidade estava em permamente estado de escuridão: à noite não havia iluminação pública e de dia a sombra das casas, alinhadas e coladas entre si, impediam a luz solar. Quase não havia espaço livre, pois todos eram ocupados por moradias que mais pareciam fortalezas improvisadas.

Apesar das constantes discórdias, Florença era uma cidade próspera e o dinheiro circulava com abundância.

O início do século XIV foi marcado pelas constantes lutas pelo poder entre as famílias tradicionais. Todos os cargos públicos ficavam à mercê dos interesses políticos que geravam corrupção, subornos, peculato e gastos irregulares para garantir a permanência no poder.

Embora apaixonado pela bela Beatriz, em 9 de fevereiro de 1277, Dante, aos nove anos, casou-se com Gemma Donati, de mesma idade e de poderosa família nobre que lhe trousse um grande dote de 200 pequenos florins. A precocidade era parte dos costumes da época que faziam do casamento uma espécie de aliança entre famílias.

Foi neste clima de violência e insegurança que Dante viveu e produziu uma das mais célebres obras: a "Comédia" que em 1555 recebeu o aditivo de "Divina", passando então a chamar-se "A Divina Comédia". É um poema de viés épico e teológico da literatura mundial. O início de sua composição deu-se por volta de 1307 e foi concluido pouco antes de sua morte em 1321.

Buscando na história, podemos fazer um paralelo com o que está acontecendo em nossos dias urbanos.

Nossas cidades estão tomadas por favelas e seus habitantes vivem em constante clima de terror e medo. O poder governante perdeu o controle. Estamos todos em um mar tempestuoso a caminho de iminente naufrágio. Nossas estruturas representativas perdem prestígio a cada dia. Os parâmetros adotados nas últimas décadas são fórmulas para capturar o espaço público e garantir o poder e o enriquecimento ilícito. As estruturas de contestação social ocupam as ruas e as estradas apenas para defender seus interesses pessoais. Nos partidos políticos, a oposição se molda de acordo com os interesses individuais. O regime federativo do país está contaminado pela banda podre e infiltrado pelas mais diversas formas de criminosos corruptos e corruptores.

Durante muitos anos assistimos pacientemente a migração de brasileiros do campo para as cidades. As periferias e os morros foram silenciosamente sendo ocupados sem nenhum critério de ordenação urbanística. Aos poucos as favelas foram tomando dimensões megalíticas sob os olhos omissos das autoridades. Em cada comunidade surgiram novas formas de poder com leis próprias. As crianças são educadas de acordo com as leis locais e até aprendem admirar o crime como a melhor forma de vencer na vida.

A estrutura governamental de segurança pública esta dividida entre o bem e o mal, dando surgimento a organizações paramilitares "milícias" que fogem ao controle das próprias instituições a que pertencem.

Verdadeiramente, não conhecemos a vida na favela. Ali parece ter surgido uma nova classe social que se alfabetiza no analfabetismo das ruas e vielas com esgoto a céu aberto. O crime é lei, o líder é o mais cruel e a miséria é estado permanente de viver.

O ideal de governo verdadeiramente representativo seria a consolidação de lideranças nascidas no seio dos partidos políticos, mas um partido não pode ser simbolizado por um único personagem, forjado no calor de uma conjuntura social adversa que, geralmente, acaba em atitudes ditatoriais como as que estamos assistindo em vários países da América Latina.

O que vemos é ausência de uma vontade política que atraia e incorpore a verdadeira indignação e descrença estampada na cara do cidadão que paga impostos e mantém as estruturas.

Nossa paralítica burocracia e falta de vontade política impedem medidas que possasm criar os mecanismos necessários para atualizar as leis e evitar impunidades. O legislativo acomoda-se sob o véu da imunidade parlamentar. Fala muito, mas pouco faz.

O judiciário aplica as antigas leis que impedem punições. Os crimes são cometidos, alguns julgados e seus autores, mesmo condenados, continuam soltos. Os presídios estão cheios de "ladrões de galinha" enquanto os grandes criminosos estão livres e praticando suas barbáries sem que nada seja feito.

Será que ainda estamos na Idade Média como a velha Florença do tempo de Dante?

Será que é este o Brasil que queremos deixar para os nossos filhos?

Por tudo isto aqui é o Inferno de Dante.

terça-feira, 19 de outubro de 2010

Dilma e Serra, diferentes, mas iguais.

Ninguém = Ninguém

Engenheiros do Hawaii

Composição: Humberto Gessinger

Há tantos quadros na parede
Há tantas formas de se ver o mesmo quadro
Há tanta gente pelas ruas
Há tantas ruas e nenhuma é igual a outra
Ninguém = ninguém

Me encanta que tanta gente sinta
(se é que sente) a mesma indiferença
Há tantos quadros na parede
Há tantas formas de se ver o mesmo quadro

Há palavras que nunca são ditas
Há muitas vozes repetindo a mesma frase:
Ninguém = ninguém
Me espanta que tanta gente minta
(descaradamente) a mesma mentira

São todos iguais
E tão desiguais
uns mais iguais que os outros

Há pouca água e muita sede
Uma represa, um apartheid
(a vida seca, os olhos úmidos)
Entre duas pessoas
Entre quatro paredes

Tudo fica claro
Ninguém fica indiferente
Ninguém = ninguém
Me assusta que justamente agora
Todo mundo (tanta gente) tenha ido embora

São todos iguais
E tão desiguais
uns mais iguais que os outros

O que me encanta é que tanta gente
Sinta (se é que sente) ou
Minta (desesperadamente)
Da mesma forma

São todos iguais
E tão desiguais
uns mais iguais que os outros
São todos iguais
E tão desiguais
uns mais iguais...
uns mais iguais...


segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Quem se elege com os votos de Tiririca

http://3.bp.blogspot.com/_nR8H7swdxik/ST2WxFgPO7I/AAAAAAAAAYg/x7-sMTaiTHU/s400/manualdobigboss_palhacada.jpg

Esses se elegeram com a sobra de votos do Tiririca!

NEWTON LIMA NETO PT – PRB / PT / PR / PC do B / PT do B (eleito na coligação do Tiririca)
OTONIEL LIMA PRB – PRB / PT / PR / PC do B / PT do B (eleito na coligação do Tiririca)
DELEGADO PROTÓGENES PC do B – PRB / PT do B (eleito na coligação do Tiririca)
VANDERLEI SIRAQUE PT – PRB / PT / PR / PC do B / PT do B (eleito na coligação do Tiririca)
VALDEMAR COSTA NETO PR – PRB / PT / PR / PC do B / PT do B (eleito na coligação do Tiririca)
ARLINDO CHINAGLIA PT – PRB / PT / PR / PC do B / PT do B (eleito na coligação do Tiririca)
ANTONIO BULHÕES PRB – PRB / PT / PR / PC do B / PT do B (eleito na coligação do Tiririca)
PR PAULO FREIRE PR – PRB / PT / PR / PC do B / PT do B (eleito na coligação do Tiririca)
VICENTE CANDIDO PT – PRB / PT / PR / PC do B / PT do B (eleito na coligação do Tiririca)
FILIPPI PT – PRB / PT / PR / PC do B / PT do B (eleito na coligação do Tiririca)
JANETE PIETÁ PT – PRB / PT / PR / PC do B / PT do B (eleito na coligação do Tiririca)
VICENTINHO PT – PRB / PT / PR / PC do B / PT do B (eleito na coligação do Tiririca)
RICARDO BERZOINI PT – PRB / PT / PR / PC do B / PT do B (eleito na coligação do Tiririca)
JOSÉ MENTOR PT – PRB / PT / PR / PC do B / PT do B (eleito na coligação do Tiririca)
PAULO TEIXEIRA PT – PRB / PT / PR / PC do B / PT do B (eleito na coligação do Tiririca)
CARLINHOS ALMEIDA PT – PRB / PT / PR / PC do B / PT do B (eleito na coligação do Tiririca)
ALDO REBELO PC do B – PRB / PT / PR / PC do B / PT do B (eleito na coligação do Tiririca)
VACCAREZZA PT – PRB / PT / PR / PC do B / PT do B (eleito na coligação do Tiririca)
MILTON MONTI PR – PRB / PT / PR / PC do B / PT do B (eleito na coligação do Tiririca)
DEVANIR RIBEIRO PT – PRB / PT / PR / PC do B / PT do B (eleito na coligação do Tiririca)
NEWTON LIMA NETO PT – PRB / PT / PR / PC do B / PT do B (eleito na coligação do Tiririca)
OTONIEL LIMA PRB – PRB / PT / PR / PC do B / PT do B (eleito na coligação do Tiririca)
VANDERLEI SIRAQUE PT – PRB / PT / PR / PC do B / PT do B (eleito na coligação do Tiririca)

por Teofilo Mathias